M.R. James e Arthur Machen - Sorteio de livros da Editora Penalux (SORTEIO REALIZADO)


Quando eu era garoto e ouvi falar pela primeira vez em H.P. Lovecraft, descobri - para minha frustração - que não havia NADA de Lovecraft traduzido e publicado em terras tupiniquins.

Espantoso? Pois é, levaria ainda alguns anos até que a Editora Francisco Alves quebrasse esse jejum com o lançamento de sua saudosa coleção Mestres do Horror e da Fantasia, com não apenas um, mas dois livros de Lovecraft de uma só vez (com um terceiro tempos depois). Mesmo assim, os fãs tiveram que se conformar com apenas esses três volumes por muitos anos até o tio Lovecraft se tornar essa coqueluche que é hoje, com tudo quanto é editora lançando coletâneas e trocentas traduções diferentes (quem diria que HPL se tornaria tão arroz de festa no Brasil quando o velho Poe?).

E se eu disser que dois dos maiores escritores da literatura clássica de horror, autores que o próprio Lovecraft considerava como mestres e grandes inspiradores, continuam tão raros por aqui hoje quanto eram nos meus longínquos tempos de garoto?

Pois é, se no futuro M.R. James e Arthur Machen acabarem se tornando tão conhecidos e publicados no Brasil quanto o velho tio HP, é preciso ficar registrado o papel da jovem Editora Penalux e do tradutor Chico Lopes nesse processo, ao se tornarem para esses autores o que a Francisco Alves foi para Lovecraft tantos anos atrás. No caso de Machen ainda tivemos a publicação de "O Terror" pela Iluminuras em 2002, mas no caso de Montague Rhodes James, a Penalux pode se orgulhar de ser a primeira editora brasileira a lançar um volume inteiramente dedicado a esse que é um dos autores mais fundamentais da literatura gótica britânica. Até hoje, tudo o que tivemos de James no Brasil foram dois ou três contos dispersos em coletâneas aqui e acolá.

Assovie Que Virei - Histórias de Fantasmas trás os contos "O Conde Magnus", "O Poço dos Gemidos", "O Freixo", "Corações Perdidos" e "Assovie Que Virei" (esses três últimos brilhantemente adaptados para a lendária série da BBC, Ghost Stories for Christmas, nos anos 70, como já tive chance de comentar aqui), exemplos maravilhosas do estilo ao mesmo tempo mordaz e tétrico de James, histórias em que forças sinistras de um passado que se recusa a permanecer enterrado começam a aflorar em situações e ambientes prosaicos e cotidianos, diante de personagens por demais secularizados para serem capazes de antecipa-las. Aparições que, com sua intensidade e inventividade, continuam a chocar os leitores do século XXI tanto (ou mais) que às atentas e seletas plateias que se reuniam ao redor da lareira para ouvir as leituras natalinas de bom e velho tio Montague.

O Grande Deus Pã talvez seja até mais surpreendente ao ser (re)lida nos dias de hoje por leitores que ainda receiam se aproximar de textos que erroneamente supõem "antiquados". Seja na estrutura narrativa ou nas visões delirantes que evoca, Arthur Machen, soa mais "moderno" atualmente do que o próprio tio Lovecraft que tanto o adorava. Pioneiro no que hoje chamamos de "horror cósmico", Machen mistura sci-fi, ocultismo (foi membro da famosa Ordem Hermética da Aurora Dourada), mitologia e história para compor um estranho mosaico no qual diversos personagens orbitam um mistério que atravessa décadas e que, individualmente, não são capazes de compreender, mas que o leitor, com seu ponto de vista onisciente, pode (talvez) intuir em toda a sua magnificência e monstruosidade.

No devido tempo espero ter mais a dizer aqui sobre ambos os autores. Por agora foquemos no objetivo dessa postagem, que é realizar um SORTEIO de ambos os livros, gentilmente cedidos pela editora aos cuidados deste humilde blogueiro. Para participar do sorteio, basta curtir a página Reminiscências de um Lorde Velho no facebook e deixar um comentário inteligente na postagem abaixo (ATENÇÃO: não vale comentários aqui do blogger, tem que ser um comentário na postagem do facebook, ok?).

O sorteio será no dia 6 de julho e o resultado será divulgado no face. Boa sorte.

ATUALIZAÇÃO
SORTEIO REALIZADO:



Editora Penalux e esse humilde blogueiro agradecem a participação de todxs... e até a próxima grande aventura. 

2 comentários:

  1. Fiquei feliz por traduzir esses dois autores e estou satisfeito por sua apreciação. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço. Já torcendo e incentivando novas traduções, desses e outros autores do horror old school. ;)

      Excluir